Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/123456789/3586
Título: PREVALÊNCIA DE SÍNDROME METABÓLICA EM ESTUDANTES DE 12 AOS 15 ANOS
Autores: Silva, Ana Claudia Campos Da
Recla, Gabriel Ferreira
Costa, Wanderley Souza
Palavras-chave: Síndrome Metabólica
Adolescente
Obesidade
Data: 10-Dez-2020
Citação: Professor Orientador: Luciano Simonelli
Resumo: Analysisofthecriteriaandcutoff points usedtoclassifythemetabolicsyndrome in thescientificliterature. Through a systematicreviewmethod, searcheswereperformed in theMedline, LilacsandSciELObibliographicdatabasesfrom 2007 to 2016. Result: Accordingtothedatabasesearch, 154 articlesweredescribed, but 14 articleswereselectedtoparticipateanalysisoftheresearchaccordingtotheresearchobjectiveandtheinclusioncriteria. Thesepublicationsfocusonpediatrics, cardiology, endocrinology, physicaleducationandnutrition, the design ofcross-sectionalstudiesandthe ages of boys and girls, rangingfrom1to 19 years. Systematizetheresultstoassessthefollowingcharacteristicsofeacharticle: thecriteriausedto diagnose MS (BMI, waistcircumference, triglycerides, HDL-c, fastingblood glucose, bloodpressure), theprevalenceof MS in thestudyand The main result. Conclusion: In Brazilianchildrenandadolescents, theprevalenceofmetabolicsyndromeis high andisincreasing in thispopulation. Accordingtotheresearchanalyzed, amongthecomponentsused as a reference for thediagnosisof MS, low HDL-c, triglycerides, abdominal obesityandhypertension are consideredthemost common riskfactors.
Descrição: Análise dos critérios e pontos de corte usados para classificar a síndrome metabólica na literatura científica. Por meio de um método de revisão sistemática, foram realizadas buscas nas bases de dados bibliográficas Medline, Lilacs e SciELO de 2007 a 2016. Resultado: De acordo com a pesquisa no banco de dados Foram descritos 154 artigos, mas foram selecionados 14 artigos para participar da análise da pesquisa de acordo com o objetivo da pesquisa e os critérios de inclusão. Essas publicações enfocam pediatria, cardiologia, endocrinologia, educação física e nutrição, o desenho de estudos transversais e as idades de meninos e meninas, variando de 1 a 19 anos. Sistematizar os resultados para avaliar as seguintes características de cada artigo: os critérios usados para diagnosticar SM (IMC, circunferência da cintura, triglicerídeos, HDL-c, glicemia de jejum, pressão arterial), a prevalência de SM no estudo e o principal resultado. Conclusão: Em crianças e adolescentes brasileiros, a prevalência da síndrome metabólica é alta e está aumentando nesta população. De acordo com a pesquisa analisada, entre os componentes utilizados como referência para o diagnóstico da SM, HDL-c baixo, triglicerídeos, obesidade abdominal e hipertensão são considerados os fatores de risco mais comuns.
URI: http://hdl.handle.net/123456789/3586
Aparece nas colecções:EDUCAÇÃO FÍSICA

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
PREVALÊNCIA DE SÍNDROME METABÓLICA EM ESTUDANTES DE 12 AOS 15 ANOS.pdf198.41 kBAdobe PDFVer/Abrir


Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.